Palhaços Sem Fronteiras

Quem somos?

O Palhaços Sem Fronteiras Brasil é uma organização social sem fins lucrativos fundada em 2016, momento em que foi aceita como integrante da Palhaços Sem Fronteiras Internacional – Clowns Without Boders International (CWBI).

Sua principal atuação é a realização de espetáculos de palhaçaria e artes circenses destinadas para campos de refugiados, abrigos, ocupações, alojamentos, transcendendo barreiras culturais, de idioma, políticas, sociais e religiosas.


Nossa missão

Buscamos o riso como elemento de restauração afetiva, para que este seja elemento base para uma transformação social. Transformação esta que visa uma sociedade menos competitiva, onde a generosidade do palhaço não seja tratada como exceção. Para tal, acreditamos que a única forma de agir é trabalhar junto às crianças para que seja possível semear a empatia desde o princípio da vida e fazer com que o humor seja cada vez mais valorizado como elemento apaziguador de tensões e regenerador.

Nossa visão

Nós, do Palhaços Sem Fronteiras Brasil, acreditamos que o riso é um dos elementos mais fundamentais da infância, já que este opera na regeneração afetiva e emocional das pessoas, especialmente, as que encontram-se em situações de crise, de vulnerabilidade ou de invisibilidade, causadas tanto por guerras, desigualdade social ou catástrofes ambientais. Desta forma, o Palhaços Sem Fronteiras Brasil atua como um agente que propicia apoio emocional e psicológico, buscando ser um elemento de garantia da vivência plena da infância .


Nossa história

1993: Quando tudo começou

O Palhaços Sem Fronteiras teve início em 1993, quando o artista catalão Tortell Poltrona foi convidado a realizar uma expedição no campo de refugiados de Veli Joze (Savudrija) na Croácia por um coletivo de educadores que desenvolviam um programa pela paz nas escolas da Catalunha e que estavam em contato com escolas da antiga Iugoslávia, que naquele momento, encontrava-se em situação de guerra.

Tal experiência fundamentou as bases para a constituição da entidade, pois demonstrou a necessidade e a importância da realização de atividades artísticas e socioeducativas que tenham o intuito de melhorar a situação psicológica e emocional das populações durante e pós-conflitos.

Depois disso, artistas de diversos países passaram a realizar trabalhos similares, fazendo com que a ideia se difundisse e com que instituições locais fossem fundadas com as mesmas diretrizes, em consonância à Palhaços Sem Fronteiras Espanha (Payasos Sin Fronteras España).

2012: Todos unidos

Já em 2012, as unidades existentes dos Palhaços Sem Fronteiras de todo o mundo perceberam a necessidade de uma organização supranacional que fosse capaz de facilitar a comunicação e cooperação entre as partes, além de proteger, coordenar e apoiar a identidade comum das futuras organizações do Palhaços Sem Fronteiras. Assim, surgiu o Palhaços Sem Fronteiras Internacional – Clowns Without Boders International (CWBI).

O CWBI é sediado na Espanha e composto atualmente por 15 países: Austrália, Bélgica, Canadá, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Espanha, África do Sul, Suécia, Reino Unido, Estados Unidos da América, Suíça, Áustria  e Brasil, o primeiro país da América Latina a fazer parte da entidade internacional, desde maio de 2016.

Todos as seções do CWBI são não-governamentais, independentes e sem fins lucrativos, sem filiação religiosa ou político-partidária.

  Doe agora mesmo